10 mitos sobre o kefir que você precisa saber - KEFIR fevereiro 2020

Skip to content
KEFIR


10 mitos sobre o kefir que você precisa saber

10 mitos sobre kefir

Seguindo a nossa agenda de posts relacionados a Kefir(Tibico) hoje vamos falar sobre um tópico muito solicitado aqui no site é sobre alguns mitos do kefir também conhecido como o bichinho do iogurte, quefir, probiótico natural, etc.

E para falar um pouco sobre kefir eu preciso explicar um pouco sobre alimentos probióticos.

O que é alimento Probiótico?

O alimento probiótico são microrganismos que ajudam a equilibrar nossa flora intestinal, e a flora por sua vez é um conjunto de bactérias que habitam nosso intestino sendo que o equilíbrio da flora intestinal é crucial para a boa saúde já que o intestino tem sido chamado de segundo cérebro, porque participa de várias funções importantes do nosso corpo.

Uma flora rica em bactérias boas além de ajudar no funcionamento intestinal previne o aumento do câncer, aumenta a imunidade e é um forte aliado no tratamento da depressão, entre outros benefícios.

Além do kefir os alimentos probióticos também são encontrados em outras bebidas fermentadas como o kombuchá que é um chá fermentado ou também só que em quantidade muito menor nos iogurtes naturais.

Há também a opção de probióticos em capsulas prescritos por um nutricionista ou por médicos realizados em farmácias de manipulação só que a desvantagem é que o custo muito maior (e também essa parte não é o foco pois damos preferência a algo que é da terra).

 e agora para deixar esse artigo muito mais completo e dinâmico vou te contar 10 mitos sobre kefir.

Mitos sobre o Kefir.

1. O Kefir é um ser vivo?

Sim, o kefir é um ser vivo sim, sendo que ele é uma colônia e conta com mais de 30 tipos diferentes de leveduras e bactérias que se reproduzem e crescem tanto no leite ou na água com açúcar mascavo.

No caso do leite a colônia se alimentam de lactose e forma o iogurte e no caso da água que eles se alimentam de açúcar e formar uma bebida que lembra muito a maneira de um chá.

2. A melhor maneira de obter kefir é comparando?

Mentira, a versão comercializada geralmente é vendida em forma de pó possuindo menos microrganismos que o kefir original e, portanto, traz menos benefícios.

A melhor maneira de obter o que dói é através de doações para estar em grupos específicos do Facebook, Sites ou diretamente com conhecidos.

3. A doação de mão em mão é perigosa porque o kefir pode se contaminar.

Verdade e mentira pode haver um risco de contaminação porque ao se reproduzir e ser doado ele passa por casas diferentes.

No entanto, estudos recentes mostram que na presença de maus microrganismos, os grãos têm o poder de se auto limpar fazendo com ele seja ainda mais especial.

Caso a pessoa venha receber uma colônia contaminada o que não é visível a olho nu os grãos de kefir podem se defender e manter-se saudável.

4. Preciso reservar utensílios só para o kefir?

Verdade, reservar utensílios apenas para o cuidado do kefir está diminui muito os riscos de contaminação.

Para cultivar o kefir precisa de um pote de vidro esterilizado(com gase, papel toalha ou algum tecido que tenha boa ventilação), uma peneira e uma colher de preferência feita de plástico, inox, ou de silicone (evite materiais de alumínio ou madeira).

O tempo de fermentação pode variar de pessoa para pessoa em geral 12 horas ajuda a soltar o intestino, 24 horas é para pessoas que já tem o intestino mais regulado e 40 horas é para casos de diarreia.

5. O kefir dá muito trabalho?

Mentira, são necessários alguns passos que demoram no máximo dez minutos, as pessoas acabam se confundindo com o tempo de fermentação que é a parte que você deixa ele quietinho.

Quando receber uma nova doação, é importante descartar as duas primeiras fermentações do kefir porque é neste momento que a colônia está se estabilizando e se auto limpando

6. Eu posso utilizar qualquer leite de origem animal que dá certo?

Verdade, o kefir de leite pode ser feito de leite desnatado ou integral, é importante que o leite é pasteurizado tipo “b” para evitar contaminação.

O leite sem lactose não funciona porque o kefir de leite precisa de lactose para crescer e por quebrar esta lactose o iogurte formado acaba por ser uma boa opção para os intolerantes.

7. Os grãos de kefir em caso de necessidade podem ser congelados?

Verdade, em caso de viagem ou para fazer uma reserva podem ser congelados por até um ano, para fazer isso basta condicionar os grãos na porção de uma ou duas colheres de sopa e um pote pequeno e não é necessário adicionar leite ou água.

O descongelamento deve ser feito em temperatura ambiente, ou seja, não pode adicionar leite quente ou água quente para acelerar o processo e deve ser feito com o líquido correspondente ao seu kefir, para viagens mais curtas até um máximo de uma semana uma dica é adicionar um pouco mais de leite e condicionar na geladeira após isso retomar a rotina normalmente.

8. Todo mundo pode consumir kefir?

Cada caso deve ser analisado individualmente, mas em pessoas com imunidade muito baixa como em quimioterapia ou um vírus ativo ou também pacientes recém-nascidos devem ter atenção especial.

Já os demais casos não haveria problema.

9. Quanto mais eu tomar iogurte de kefir seria melhor?

Mentira, o consumo diário recomendado em torno de 300 a 500 ml quanto do iogurte, quanto da água fermentada.

É importante ressaltar que estes benefícios estão relacionados na ingestão da bebida, não há nenhum estudo científico demonstrando benefícios com a ingestão de grãos de kefir.

10. Posso me beneficiar ainda mais kefir usando em receitas do dia-a-dia?

Mentira e também verdade, o iogurtes do kefir perdem suas propriedades boas quando aquecido, ou seja, tanto faz fazer um pudim ou bolo usando o iogurte de kefir ou um iogurte tradicional.

Já em receitas de frias como mousse, sorvetes suas propriedades se mantem intactas.

Conclusão.

Vimos aqui alguns mitos ou melhor algumas dúvidas sobre o kefir, mais deixarei com vocês algumas dicas extras.

O consumo deve ser introduzido aos poucos, uma colher de sopa por dia e aumentando gradualmente.

Quando bem cuidado os grãos de kefir vivem por muito tempo e reproduzem facilmente por isso é importante doar sempre que possível e fortalecer essa corrente.

Esse assunto do kefir é muito amplo, por isso possivelmente não consegui abordar tudo aqui, mas você pode navegar em nosso site e verá muitos assuntos relacionados ao kefir.

0/5 (0 Reviews)